A Qualidade da Embalagem Pode Dizer Muito Sobre o Alimento Que Ela Armazena

A embalagem do produto pode carregar muito mais do que o alimento que você adquire, mas também a segurança e saúde de quem o consome.

Além de embalagens que possam trazer mais qualidade visual para os produtos, é importante sempre nos preocuparmos com os materiais e os meios de produção com os quais essas embalagens são produzidas.

Em alguns locais com higiene duvidosa, é possível ver embalagens abertas, livres para a entrada de poeira, insetos e outros tipos de contaminantes que possam trazer pequenos ou grandes riscos para sua saúde.

Sob esta mesma ótica, é importante avaliarmos a qualidade em si, das embalagens plásticas que envolvem estes produtos, principalmente as que são utilizadas pra alimentos embalados na hora, para consumo em sistemas de entrega.

Vamos usar como exemplo, a embalagem para frango assado, muito requisitada nos finais de semana:

É importante considerar que o preço baixo pago pelo dono do estabelecimento pode ser um reflexo de plásticos de qualidade duvidosa, nem sempre aprovados pela ANVISA.

Da mesma forma, o acabamento, muitas vezes, pode ser motivo de levantar suspeitas. Afinal, uma embalagem de qualidade ruim, pode significar uma economia para o dono do estabelecimento, mas também, uma economia na qualidade oferecida para o cliente final.

Embalagem blister

Mas afinal, como qualificar um bom alimento e embalagem blister para consumo com segurança?

Bem, primeiramente, avaliar o estabelecimento em si, os meios de produção dos alimentos, como cozinha, condições do maquinário, exaustão de ar, limpeza, higiene dos funcionários, alvará de funcionamento etc.

Um bom complemento é avaliar as embalagens e sistema de manipulação dos alimentos. Isso pode ser um grande diferencial na segurança dos alimentos para sua família.

Procure saber se a embalagem possui certificações de fornecimento aprovados pela ANVISA.

Deixe comentário