Várias religiões têm formas diferentes de ligar o fiel a divindade. Algumas por meio de rituais, de gestos ou até mesmo marcas na pele ou algo do tipo.

Nas igrejas é muito comum de se ouvir falar e ver o batismo nas águas, porém a igreja evangélica batiza já adultos e por decisão própria dos fiéis, ao contrário da católica que batizam os bebês ainda recém-nascidos através da decisão dos pais.

O batismo infantil é um dos primeiros sacramentos da igreja católica, o que dará início a vida cristã e a caminhada do bebê. Além desse detalhe, o pequeno também fará uma aliança com Deus e pai e filho, o que fará sua vida pertencer a Deus a partir do momento me que ele for batizado.

Porém, ainda há mamães com algumas dúvidas sobre o batismo dos filhos. Por esse motivo trazemos alguns tópicos que podem esclarecer algumas dúvidas e permitir que você realize o batismo do seu pequeno tranquilamente.

O batismo infantil é realizado através de imersão?

Ao contrário de alguns vídeos que rolam pela internet de padres mergulhando os bebês durante o batismo, o batismo infantil não deve ser realizado através de imersão, molhando apenas um pouco da cabeça do pequeno para consumar o ato. E os padres que imersão os bebês nas águas estão totalmente fora das orientações do batismo, pois esses atos podem causar sérios acidentes para o bebê.

 Os padres precisam ser orientados antes de realizar o batismo, sabendo do que se deve e como ministrar corretamente o evento. Desta forma, eles vão apenas derramar a água santa sobre a cabeça do bebê tomando muito cuidado para o liquido não entrar nos ouvidos ou escorrer pelo rosto e causar acidentes, afinal, bebês são bem agitados e não ficam quietos com muita facilidade. Portanto, todo cuidado é pouco nesse momento!

Em outras ocasiões, o padrinho ajuda o padre no momento do batismo se caso a pia batismal não for fixa, a segurando enquanto o ato é realizado.

Precisa ser cristão para poder batizar um bebê?

Os padres aconselham que os pais do bebê tenham sim uma vida cristã para poder adquirir os devidos conhecimentos para orientar e instruir o filho conforme seu desenvolvimento durante sua caminhada cristã.

Não ser cristão é algo um pouco complicado quando se decide batizar o filho, afinal de contas, não podemos esquecer que você vai ser o principal tutor da vida do pequeno, por esse motivo deve ter base bíblica e ensinamentos cristãos para isso.

Porém, se você não for cristão e tem o desejo de batizar seu pequeno, o mais aconselhável é que converse com o padre que será responsável em batizar seu filho para que ele te oriente da melhor forma possível.

O batizado precisa ser marcado com antecedência?

Marcar o batismo com antecedência é o mais aconselhável a se fazer para não correr o risco de escolher uma data na qual seu filho será batizado junto com outras crianças.

O batismo coletivo não é algo ruim, de toda forma, o bebê será batizado e a emoção ainda será sentida. Mas, honestamente, nada melhor do que ter aquela emoção única e aquele sentimento indescritível em um momento preparado somente para seu pequeno, não é verdade?

E outro ponto positivo marcando a data com antecedência, você poderá escolher qualquer outra data se caso a que você tinha em mente não for possível de realizar o batismo.

Quais pessoas escolhes para ser padrinho e madrinha de batismo?

Os padrinhos são figuras muito essenciais na vida do batizado, pois eles serão pais na fé do pequeno e terão como responsabilidade auxiliar os pais durante a criação do pequeno e durante a caminhada cristã do mesmo.

Por esse motivo, as pessoas que devem ser padrinho e madrinha do pequeno devem ser de extrema confiança e que se importam de verdade com ele, aqueles que vão realmente estar presente em todas as fases e momentos da vida do bebê.

As pessoas para assumirem essa responsabilidade fica a critério dos pais a escolher, desde que elas sejam também cristãs e tenham um vínculo muito forte com a família. Afinal, os padrinhos são como o porto seguro dos pequenos quando eles já estão maiores e precisam de um abraço amigo nos momentos difíceis, por isso essa decisão é de extrema importância.

Como deve ser a comemoração do batizado?

A comemoração fica de livre escolha dos pais, seja ela mais intima ou com muitas pessoas.

Algumas dicas bacanas que damos é que tome cuidado com a decoração, pois ela também precisa ser delicada e sutil representando a pureza e inocência do pequeno.

Se caso o batismo ocorrer na parte da manhã, uma comemoração alegre e ao ar livre seria uma ótima opção após a cerimônia, e as fotos ficaram super lindas com a iluminação natural do dia!

Só tome cuidado para não escolher uma data em qual o clima esteja fechado e corre o risco de chuva, hein!

Outra dica é se caso a comemoração for noturna, uma decoração um pouco mais detalhada em um salão ou espaço bem iluminado com luzes decorativas são ótimas opções para essa ocasião, principalmente se você for chamar poucas pessoas para a comemoração, o ambiente dará um ar mais privado e confortável para todos.

Seja lá qual for a decoração ou forma de comemoração, eu tenho certeza que será linda e totalmente dedicada ao pequeno!

Deixe comentário